Por que desenvolver líderes?


Em uma pesquisa realizada pelo Instituto Ken Blanchar de Liderança nos Estados Unidos, constatou-se que 90% das pessoas que pedem demissão de uma empresa, não estão se demitindo da empresa em si, mas de seu chefe imediato. Não houve falha na digitação, o número está correto – 90%.

Nessa mesma pesquisa, perguntaram a essas pessoas que erros esses chefes cometiam, que acabaram levando ao pedido de demissão. As três respostas mais recorrentes:

1º Lugar  – Não sabem se comunicar, ou tornam-se  excessivamente repetitivos. Usam uma comunicação Inadequada e às vezes através de explosões de raiva ou acusações.  E assim pecam pela total falta de clareza na hora de dar uma ordem.

2º  Lugar  –  Não conseguem passar a visão de uma forma que seja significativa, presumindo que os colaboradores entendam intuitivamente a direção ou a estratégia da empresa e seu papel.

3º Lugar  –  Fornecer Instruções de forma Imprópria ou seja:  Dar instruções sem envolver os outros no processo ou sem solicitar Feed Back e não empodeirar os colaboradores gera  frustração e perda do foco

O Dr. Ashish Nanda, da Harvard Law School, cita uma pesquisa conduzida em Harvard onde se estabelecem algumas relações interessantes:

1. A lealdade do cliente é uma consequência natural da satisfação desse cliente;

2. A satisfação é uma função da experiência do cliente menos a expectativa do mesmo em relação à empresa prestadora do serviço ou vendedora do produto;

3. Essa experiência se apoia em valores e um desses valores são os funcionários que atendem a esse cliente;

4. Antigamente, pensava-se que o custo do “turn over”, ou seja, da reposição de um funcionário que sai da empresa, era apenas o custo da seleção e do treinamento – entretanto, com esta pesquisa, percebe-se um outro custo que quase nunca é levado em conta: o custo da (in)satisfação do cliente enquanto esse processo de seleção e treinamento é concluído;

5. Para um funcionário permanecer na empresa ele precisa estar satisfeito (relação lealdade – satisfação);

6. Para que ele esteja satisfeito, é necessário haver um bom ambiente de trabalho.

O papel do líder é promover um ambiente de trabalho positivo, fornecendo as ferramentas necessárias para que sua equipe se desenvolva primeiramente como seres humanos e depois como profissionais. A definição de um bom líder não é aquele que atinge os resultados por meio da gestão de sua equipe, mas sim aquele que desenvolve pessoas e, em consequência disso, atinge e supera os resultados desejados.

As empresas e pessoas têm buscado uma “fórmula mágica” para desenvolver líderes. Seria muito bom se existisse uma “caixinha milagrosa” que pudesse ser adquirida por meio desses programas de vendas diretas da televisão e que transformasse uma pessoa em um líder fantástico da noite para o dia. Mas isso não existe. Liderança é uma questão de comportamento, de escolha – e não de técnica. É uma questão de desenvolvimento de caráter e sensibilidade que inspirará outras pessoas a serem seus seguidores porque eles assim o querem.

A Moraes Cursos e Representações oferece uma solução para desenvolvimento de líderes que se preocuparão em manter um ambiente positivo para seus colaboradores e, assim, gerar colaboradores satisfeitos que permanecerão na empresa, gerando valor para os clientes terem experiências que superem suas expectativas e assim se tornarem leais à empresa. Dessa maneira, o ciclo de sustentabilidade da empresa se perpetua, trazendo lucro como consequência das atitudes corretas por parte da liderança.

Escrito por Fábio Salaverry – Possui MBA em Gestão Empresarial e atua como coordenador de curso de extensão na POLICAMP – Faculdade  Politécnica de Campinas. Tem quinze anos de experiência na área comercial do varejo, tanto em  vendas como em compras, de empresas como: Casa Centro, Casas Bahia, Eldorado Plaza, Makro Atacadista e SPP  Nemo Comercial Exportadora (Grupo Feffer). Atua como instrutor desde 1997 ministrando treinamentos nas áreas de comunicação, liderança e negócios. Possui vasta experiência internacional, tendo atuado como Especialista em Treinamento e Suporte para América do Sul e México em uma organização norte-americana presente em 22 países.
São mais de 4200 horas de treinamentos ministrados no Brasil e no exterior.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s