O PIOR RECRUTADOR DO MUNDO


Mauricio Góis

Uma história sobre as três falhas na arte de selecionar pessoas

Era uma vez um Papai Noel que foi procurar emprego numa grande empresa brasileira. Ele estava entusiasmado com as mensagens de paz e prosperidade que cruzavam o Brasil todo no Correio da Confraternização Social. O melhor teste, – pensou -, era procurar trabalho numa empresa cujo turnover não passasse de 18% ao ano, os custos fixos não fossem tão fixos e os variáveis não tão desvairados, cuja política empresarial não fosse tão cheia de “políticas”, que o sonho pioneiro dos fundadores não tivesse tão denegrido e que o conflito entre motivação e resultados não parecesse luta de boxe.

             Papai Noel desceu em São Paulo, trocou a roupa por um terno clássico azul marinho, o trenó por um carro popular modelo 2007, aparou a barba branca já não tão branca pela poluição e se mandou para o departamento de seleção da Empresa Viva Nós Brinquedos Ilimitados.

            O experimentado selecionador vê Noel entrando e pensa: “Tem cara de pedinte, mas as roupas são boas, o que veio fazer aqui?”.  Os dois se entreolham e não demorou mais que alguns minutos para que o silêncio-impacto fosse cortado pelas duas frases tradicionais “quebra-gelo” de quase todo entrevistador: “Por que o senhor acha que merece este cargo? Quais são seus planos para os próximos cinco anos?

            Bem, se introduz Noel, eu estava lendo os jornais e vi o anúncio de vocês e, como tenho alguma experiência na área, pensei que poderia ser útil como profissional de vendas de brinquedos.

             ­E qual é a sua experiência nesta ciência de vender brinquedos? a terceira pergunta clássica foi detonada.

             Ah! O senhor fez uma boa pergunta, se entusiasma Noel, eu já trabalhei em muitas organizações, entre elas três: Organização Emocional, Organização Educacional e Organização do Desenvolvimento Psíquico.

                Sim! Mas que resultados o senhor conseguiu? Esta quarta pergunta bagunçou as barbas de Noel que respondeu: Ah! Os resultados que consegui é que milhares de crianças e pais não se desorganizaram por causa da minha organização!

                 Veja bem, senhor Noel, parece que não fui claro. Eu pergunto que resultados de Lucro o senhor conseguiu em seu setor, pois o senhor sabe que toda gerência é uma gerência de lucro. Ah! Sim, entendi acrescentou Noel, não há dúvidas que o lucro foi total: o Lucro da Integração Familiar, o Lucro da Coordenação Motora, o Lucro da Verbalização das Inteligências, o Lucro do Aguçar das Curiosidades, o Lucro da Mente Desbloqueada, o Lucro da Interação Social, o Lucro da Frustração Resolvida e o Lucro dos Pais Felizes.

                Senhor Noel, parece que a nossa linguagem não está batendo.  Quando se fala em Lucro se quer saber Lucro Líquido, Dinheiro, Tutu, Cacau, Cascalho, Dólar, Euro, Lira, (pois não é só de Real que vive o homem). E também o Lucro da Negociação e das Habilidades de Convencer Clientes. Fui claro agora?

     IMORAL DA HISTÓRIA: Papai Noel foi rejeitado para trabalhar numa empresa de brinquedos por um selecionador que pensava que conhecia a importância das perguntas, mas que desconhecia a importância do talento.

        PRIMEIRA FALHA – Para selecionar, – antes de disparar a metralhadora das perguntas, – descubra o que realmente sua empresa vende. O selecionador pensava que sua empresa vendia brinquedos e Papai Noel, este sim, sabia o que as pessoas compravam: que é alegria, entretenimento, confraternização, suporte emocional etc.

      SEGUNDA FALHA: – Não faça inferências ou deduções. Algumas delas: Papai Noel conhece de crianças, não de brinquedos. Ele tem habilidades de relacionamento, não de persuasão. Papai Noel é velho e vendedor velho não convence.

              TERCEIRA FALHA: – A função maior de um selecionador é descobrir talento especial para funções desafiadoras e não apenas acreditar que perguntas clássicas do tipo “quais são seus pontos fortes e fracos?” desnudarão a alma e encaixarão os candidatos dentro das competências do cargo. Antes de recrutar pessoas recrute de dentro de você a idéia de que as razões para amar e servir podem, sim, entender as razões do Lucro. Quem ama mais, serve melhor! E quem ama e serve melhor com se torna imbatível. E ganha dinheiro… e Paz!

Escrito por **Maurício Góis** – PRESENÇA CONFIRMADA PARA O 2º CONGRESSO DE RECURSOS HUMANOS DO INTERIOR PAULISTA COM A PALESTRA – ” O RH Vendedor”

** Maurício Góis é empresário, palestrante, autor e estrategista. Apontado no meio empresarial como um dos palestrantes de maior conteúdo e um dos mais criativos pensadores da área de business.

Já falou para mais de 900 mil pessoas no Brasil, Portugal, EUA e África.

É consultor filiado ao IBCO – Instituto Brasileiro de Consultores de Organização desde 1983.

Ficou conhecido nacionalmente como autor da obra “Chefia e Liderança” da IOB-INFORMAÇÕES OBJETIVAS, um bestseller na área por quase uma década.

Autor de diversos livros, entre eles:

O Sucesso Vem de Fora,- Editora Proêxito (Esgotado)
Você Quer Se Comunicar Melhor? – Editora Proêxito (Esgotado)
Sem Medo do Futuro – Editora Proêxito (Esgotado)
O Enigma de Esva – Edição Própria, Editora Proêxito.
O Desafio de Ser Excelente – Editora Madras (Esgotado)
Superando Você Mesmo – Editora Madras (Esgotado)
Eu Me Amarro em Vocês! – Editora Grion (Esgotado)
As 53 Mentiras da Venda – Editora Casa Da Qualidade.
Construindo Você – Proêxito
As 101 Atitudes Da Venda – Proêxito
12 Fascículos STR – Soluções Técnicas Resumidas – Editora Amadio (Esgotados)

É colunista e articulista nas mais importantes revistas formadoras de opinião nacional como PEGN, Venda Mais, Vencer, Empreendedor, Banas Qualidade, Passarela, Lojas & Lojistas, Opinião, Personalité etc.

Góis vem trabalhando com sucesso nos últimos anos em programas e projetos de desenvolvimento de Marketing, Vendas, Atendimento, Motivação, Negociação, Criatividade, Teamwork, Competência Emocional e Fidelização de Clientes. E também com programas na área da Educação como Alta Performance Magisterial e outros.

Graduado pela Universidade Gama Filho do Rio de Janeiro. Pós-graduado em Marketing fez cursos de especialização na American Management Association de New York, EUA, e no Canadian Management Center de Toronto, Canadá.

Lecionou na PUCC – Pontifícia Universidade Católica de Campinas, na FBM – Fundação Brasileira de Marketing e na ADVB – Associação dos Dirigentes de Vendas do Brasil.

É um profissional de vivência internacional tendo feito trabalhos para o Consulado Brasileiro de Nova York e para o Brazilian Government Trade Bureau, entre outros.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s