DISCIPLINA NO TRABALHO


“Disciplina é um supremo ornamento e, seja usada pelos velhos ou pelos moços, faz nascer apenas felicidade. É perfume por excelência e, ao contrário dos perfumes comuns que só viajam com o vento, seu aroma refrescante viaja espontaneamente em todas as direções. Bálsamo sem igual proporciona alívio às dores intensas da ilusão e do engano.”
Dalai-Lama

A disciplina nos obriga a termos um comprometimento muito grande com nossas atividades diárias. Desde a hora do despertar – que geralmente é muito cedo – até a hora que vamos deitar e descansar o corpo. Aqui friso a importância de descansar a mente também, pois é bastante desconfortante quando a cabeça não para de funcionar.

Ao acordarmos com disposição devemos crer que tudo dará certo naquele dia, pois estamos comprometidos com nosso “eu”, nossa sociedade, família e com a produção que a empresa almeja. Somos designados a fazer o melhor e cumprir a risca os deveres que são embutidos na carga diária. De forma alguma estou dizendo que isso seja ruim, pelo contrário. A disciplina particular – de cada um – nos impõe responsabilidade e comprometimento com o que é certo.

É recompensador sabermos que chegamos no horário correto ao trabalho, mantivemos um bom relacionamento com os demais colaboradores e líderes e produzimos bastante. A sensação de realização é o fruto de toda uma dedicação que começa com a disciplina.

Às vezes não é fácil acordarmos tão cedo, encararmos o trânsito engarrafado e o cansaço que já aparece. Não é nem um pouco estimulante se pensarmos dessa forma. Assim só atrairemos a preguiça e a vontade de voltar para casa. O pensamento voltado para a produção de coisas boas para o mundo deve se manter em nossas mentes e, sem dúvida alguma, nos ajudará a continuar. Felizmente temos um local para desempenhar nosso trabalho e nos sentirmos realizados profissionalmente. “Ah! E a recompensa disso tudo?” – você pode perguntar. Não existe somente uma recompensa; existem várias formas de se sentir “pago” por isso. Basta uma reflexão pessoal que vasculhe seu consciente e te mostre a real situação. A colheita de um bom trabalho surge através do sentimento de algo pronto, produzido, realizado. A satisfação de todo o empenho aparece através do pagamento no final do mês. E, além disso tudo (que já não é pouco), basta pensar em quantas pessoas gostariam de estar em seu lugar. Quantos desempregados existem pelo mundo? Responda a essa pergunta e depois discuta sobre seus argumentos.

É lógico que teorias positivistas – não me enquadro nisso – não ajudam muito. Não teorizo sobre o que não conheço. Eu mesmo encaro todos os dias essas dificuldades e me obrigo a pensar em todos esses itens. A disciplina gera reconhecimento por parte de seus colegas de trabalho, de toda a empresa e, principalmente, por sua família e por si próprio. Aí, não existe mais argumentação.

Vale a pena todo o esforço e sacrifício diários. Tudo se torna espontâneo quando enxergado com leveza e subtraindo os obstáculos que supostamente existem. Nós, seres humanos, criamos diariamente várias dificuldades que nos impedem de cumprirmos a risca o manual da disciplina. Mas enxergue que nunca poderá ser cobrado de alguma coisa se foi realmente dedicado e disciplinado. Os elogios e o reconhecimento pelo seu empenho serão colocados à frente de uma forma bem otimista e geradora de progresso.

Desenvolva suas atividades com afinco, prazo, capricho e tente alcançar a perfeição. Isso serve para todos os aspectos de sua vida, seja pessoal ou profissional. As virtudes como honestidade, bom caráter, sinceridade e gentileza serão deslumbradas automaticamente, pois ninguém pode contestá-las. Ninguém pode ir contra a verdade! Nenhuma pessoa pode contestar ou julgar outra se esta estiver do lado correto da vida.

Sendo direito e reto com sua empresa e vida pessoal, terá os frutos maduros rapidamente e sem precisar esperar. Quero que a mensagem de Dalai-Lama seja um início para o pensamento de que trabalhar corretamente e ser disciplinado só ajudará para que os problemas sejam evitados ou minimizados. Muito melhor retini-los a ter que resolvê-los em momentos de crise. Lembre-se de quando eles aparecem, vêm sempre juntos, ou seja, reunidos em grupos e ganham uma força capaz de desestabilizar qualquer cabeça equilibrada.

Sugiro que faça uma experiência. Comece hoje mesmo a praticá-la. Se permita esse teste e recupere o tempo perdido. De início a essa reflexão e aplique de forma saudável a sua vida.

LUIZ GABRIEL TIAGO – Sr. Gentileza é palestrante, escritor e consultor em treinamentos. É autor de “Como driblar a raiva no trabalho”, “Gentileza no trabalho”, “O que papai não me ensinou” e coautor de “A arte de se tornar um profissional cobiçado”, além de escrever artigos e ser colunista de jornais, sites e revistas de todo o Brasil.
Sr. Gentileza é o atual vencedor do Prêmio Ser Humano Oswaldo Checchia 2012, contemplado com o Troféu de Ouro, pelo seu programa de gestão de pessoas – Gentileza no Trabalho – A Ferramenta do Século 21.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s