O fator “Uhuuuu”!


Branca Barão – Palestrante do 3º. CMCRH: “O RH Contemporâneo, Menos Utopia e Mais Ação com Base nos Indicadores de Resultados”

Irá ministrar a Palestra 8 ou 80 – O autoconhecimento como competência no dia 13 de junho.

Abaixo artigo mencionado no título deste texto –  O Fator “Uhuuuu”!

Sem títuloJá percebeu como reclamação é um bichinho que tem facilidade em se reproduzir? Reclamação é um bicho que se reproduz sozinho e o filhote já nasce grande, geralmente maior que a reclamação mãe. Uma única reclamação é suficiente para quem a ouviu já reclamar na sequência. Aí o outro faz o mesmo e mais alguém já sai reclamando também.

Quantas vezes não presencio uma verdadeira competição de quem reclama mais:

– Estou gripada!

– Eu também, mas a minha já faz uma semana e não vai embora!

– Uma semana? Estou com o corpo todo dolorido há 10 dias…

– Mas você tem enxaqueca também?

– Ah, eu estou com enxaqueca e febre!

– Vixi, e eu?! Mal consigo abrir os olhos…

É competição de que? De quem está sofrendo mais?

Penso que é na verdade, uma simples busca por atenção. Somado a uma dificuldade de pedir a tal atenção.

É raro alguém chegar pra você e dizer:

– Me diz que estou linda hoje!

Ou:

– Me conte minhas qualidades por favor, que estou meio pra baixo.

Ou ainda:

– Alguém pode me dar atenção por favor que estou carente!

Seria tão mais produtivo!

Por isso decidi, no início desse ano, que minha promessa principal seria bem simples e muito fácil de cumprir, diferentemente daquelas promessas praticamente impossíveis que costumamos fazer a cada Réveillon!

Eu decidi que vou colocar um “Uhuuu!” em cada coisa boa que acontecer comigo esse ano.

Quando falo de “cada coisa boa” não estou dizendo sobre ganhar na mega sena, ser promovida, fechar um super projeto, lançar um segundo livro. Nada disso! Falo sobre aquelas pequenas, (que de tão pequenas costumam passar despercebidas, sabe?) realizações como: dormir um pouco mais no final de semana, assistir a um filme no sofá com meu cachorro, numa tarde fresquinha e chuvosa, os primeiros raios de sol que chegarem morninho e aconchegante pela manhã me mostrando que estou na hora certa, no lugar certo, cada novo leitor do “8 ou 80″ que eu conquistar, cada sorriso do meu filho, cada coisa gostosa que eu comer, cada sorvete que eu tomar (se for de um sabor diferente então, merece dois “uhuus!”), cada piada engraçada que me contarem, cada aplauso que eu receber em cada palestra que eu der e “ufa!!!” a lista é enorme e não para por aí.

Aliás, para. Somente se eu mudar meu foco para aquilo que tenho para reclamar.

São duas direções distintas e tenho certeza que a direção que eu decidir manter meu foco por mais tempo terá uma lista maior. Seja de coisas para reclamar ou de coisas “uhuuu!”

Vou te contar o momento em que me deu essa ideia “uhuuu”: Passei a segunda semana do ano na praia e caminhando pela areia, quase chegando nas pedras uma menina ruivinha com seus 6 ou 7 anos, que chegava com a mãe, vem correndo em direção ao mar e quando chega um pouco mais perto da água grita, cheia de energia: Vou brincar na água! Uhuuuuuu!!!

Aquela cena me fez olhar em volta e perceber a sobriedade dos adultos em volta, mesmo que em um momento de lazer com a família. Muitos sorriam, nenhum gargalhava. Muitos pareciam animados, nenhum nitidamente entusiasmado. Crianças erravam adoidado, sendo derrubadas pelas ondas, pelas pranchas, pelas boias, adultos brincavam como adultos com suas crianças, no máximo. Fiquei por algum tempo pensando: O que falta?

E finamente descobri! O fator “Uhuuu”…

Se cada adulto tivesse colocado um simples “Uhuuu” no que estava fazendo: Vou comprar um sorvete uhuuu! Vou jogar frescobol uhuuuu! Vou brincar com meu filho uhuuuu! Aposto que eu teria visto uma cena diferente naquela praia. E que eu também veria uma cena diferente da “rotina nossa de cada dia”, e do trânsito , e nas empresas, nas plateias, nos restaurantes, e nas famílias.

Mas isso não é tão simples quanto pode parecer, pois o “Uhuuu” tem dificuldades de reprodução, é medroso, se esconde ou foge por qualquer razão, é envergonhado e se uma reclamação aparece, ele desaparece de vez. Um “uhuuu” dificilmente ganha de uma reclamação,  por isso é preciso ser teimoso e enfrentar o mundo reclamão que muitas vezes encontramos lá fora.

Mas vale a pena insistir, sabe por quê? Eu aposto que valorizar as pequenas coisas é o segredo. Assim não temos que esperar grandes realizações para finalmente sermos felizes e dá para ficarmos felizes agora mesmo. Uhuuuuu!!! Viu que fácil?!

É só você não deixar o efeito ”uhuuu” se perder pelo meio do caminho! E olha que nós já estamos em março, já é quase o meio do caminho. É aqui que as promessas de Réveillon se perdem e os sonhos perigosamente podem decidir esperar o próximo ano.

É só você não esquecer de procurá-lo em cada pequena coisa que acontecer ou que você conquistar! E 2013 ainda tem tempo de tantas realizações…

É só você lembrar que colocar o “uhuuu” é uma decisão de cada um, mesmo parecendo ser uma sorte!

Muito, mas muito mesmo, “UHUUUUUUU!!!!” pra você!

Branca Barão
Comportamento, PNL, Desenvolvimento Humano

Branca Barão é palestrante, treinadora e consultora, foi a idealizadora da CRIE, é especialista em comportamento humano, possui formação em comunicação e é master e trainer em Programação Neurolinguística, desenvolve há aproximadamente 11 anos projetos costumizados de treinamento e desenvolvimento para empresas em todo o Brasil.
Possui diversas metodologias exclusivas desenvolvidas, que tornam o seu trabalho estimulante e diferenciado. Branca cria, desenvolve e ministra palestras, workshops e treinamentos nas mais diversas áreas do comportamento humano e inteligência emocional.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s