Dizer Não (Gestão de Tempo)


Marco Fabossi, Palestrante do 3º. CMCRH: “O RH Contemporâneo, Menos Utopia e Mais Ação com Base nos Indicadores de Resultados”

Irá falar ministrar a Palestra  Palestra Gestão de Tempo e Produtividade no dia 13 de junho.

Abaixo artigo mencionado no título deste texto – Dizer Não (Gestão de Tempo)

Imagem

Houve uma época na minha vida profissional corporativa em que eu trabalhava bem longe de casa, e dirigia meu carro por duas longas horas até chegar em casa no final da tarde. Geralmente eu ficava até um pouco mais tarde na empresa, e quando chegava em casa, exausto e estressado, dava para minha família apenas o resto da minha atenção e energia. Mas um dia decidi mudar essa situação…

Adorava a empresa e o meu trabalho, e estava em plena ascensão profissional, portanto, decidi que deveria buscar uma solução que me permitisse continuar na empresa, e encontrei: Passaria a ir e voltar de ônibus fretado. Com isso conseguiria usar o tempo livre no ônibus para colocar minha leitura em dia, estudar, e até descansar. O único problema é que o ônibus tinha horário fixo, e na volta eu precisaria estar na porta do prédio às 17h30.

Quando chegava perto das 17h00, com quem eu estivesse, eu alertava:

– Dentro de 15 minutos preciso sair porque meu ônibus fretado passa em 30 minutos.

No início todos ficaram surpresos e alguns um pouco indignados, mas em pouco tempo todos foram se acostumando e, depois de algumas semanas, as pessoas passavam em frente à minha sala no final da tarde e me alertavam:

– Está quase na hora! Não vai perder o seu “fretado”!

Dizer “sim” para aquilo que é importante pra mim, fatalmente exigirá que eu diga mais “não” para os outros. Tive que dizer não para aqueles que não cumpriam o horário de termino das reuniões; para os que marcavam horário para uma conversa e se atrasavam; para os que deixavam as coisas pra última hora; para os que não se planejavam e surgiam com supostas urgências para eu resolver no final do dia, enfim, tive que dizer não para muitas pessoas e situações. E quer saber de uma coisa incrível: Ninguém morreu por isso! Pelo contrário, os resultados foram muito positivos para todos:

Eu chegava em casa mais descansado, menos estressado, coloquei minha leitura em dia, fiz novas amizades, tinha mais disposição para brincar com meus filhos, conversar com minha esposa, e até acompanhá-la ao shopping durante a semana (pode acreditar!).

Eu aprendi a planejar minha semana e priorizar o meu dia considerando que ele terminava as 17h15. Isso me ajudou a ter mais foco naquilo que estava fazendo, buscar resultados mais assertivos, e principalmente, estabelecer uma duração para minhas tarefas, porque quando elas não têm limite, permitimos ser interrompidos por qualquer coisa. Pode até ser que não consigamos fazer determinada tarefa no tempo estabelecido, contudo, o simples fato de estabelecer uma duração, nos empenharemos em cumpri-lo, aumentando a concentração e foco na tarefa. Isso aumentou muito minha produtividade.

As reuniões em que eu estava presente, em geral, iniciavam e terminavam perto do horário combinado. Isso ajudou as pessoas a perceber que é possível conduzir reuniões com horário de início e término, focadas no objetivo, sem dispersão. Isso ajudou a aumentar a assertividade e produtividade de muitas outras pessoas e áreas envolvidas.

As pessoas não deixavam para a última hora as coisas com as quais eu tinha que interagir naquele dia, e isso também as ajudou a se planejarem e se organizarem melhor, minimizando o número de urgências ocasionadas pela falta de planejamento.

Resultados diferentes só acontecem com ações diferentes.

Além desses, muitos outros aprendizados e benefícios aconteceram pelo simples fato de eu ter aprendido a dizer sim para aquilo que é realmente importante, e conseqüentemente dizer não para o que não é. Você pode estar se perguntando: “Mas isso não o prejudicou no trabalho?”. Pelo contrário, aumentou minha produtividade, minha credibilidade, minha energia, e me ajudou a crescer ao longo dos anos naquela organização.

Marco Fabossi
Gestão de Pessoas 

Graduado pela FEI, com especialização e MBA pela Fundação Getúlio Vargas. Coach Executivo e Coach de Equipe, certificado pelo ICI (Integrated Coaching Institute), filiado ao ICF (International Coaching Federation). Certificado em Life Coaching pelo Instituto
Holos.Autor do Livro “Coração de Líder: A Essência do Líder-Coach” (coracaodelider.com.br).
Conferencista, Coach, Escritor e Consultor com Foco em Liderança e Coaching. Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade. Principal mantenedor do Blog da Liderança
(blogdofabossi.com.br), um dos blogs de liderança e motivação mais visitados do Brasil.
Atuou por vários anos como executivo em empresas nacionais e multinacionais, onde adquiriu profunda experiência na formação e condução de Equipes em projetos de grande porte no Brasil e no Exterior.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s